quinta-feira, 1 de outubro de 2009

PROVA SÓ HISTÓRIA: Vestibular UFSC 2009

Questão 1
“Além dos guarani, também viviam em Santa Catarina os kaingang. Conhecidos como
guayaná, cooroado, bugre, xokleng, tupi e botocudo […].
Sabe-se hoje que os açorianos catarinenses do século XVIII, assessorados por escravos
ou parceiros livres, produziam gêneros alimentícios, não apenas suficientes para abastecer
a população local, mas também para exportar […].
Mais de três milhões de imigrantes escolheriam o Brasil como nova pátria, especialmente
alemães e italianos”.
MURARO, Valmir F. História de Santa Catarina para ler e contar. Florianópolis: Cuca Fresca, 2003. p. 17-51.

Com base nos fragmentos acima e nos seus conhecimentos sobre a história de Santa
Catarina, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01. Apesar do processo acelerado de urbanização ocorrido em Santa Catarina durante o
século XX, o Estado ainda abriga comunidades indígenas representadas por Guarani,
Xokleng e Kaingang.
02. Na arquitetura, culinária e estilo de vida dos catarinenses do século XXI, já não se
percebem influências das civilizações indígenas e dos colonizadores europeus que se
estabeleceram no Estado.
04. Joinville é considerada a maior cidade do Estado e nela se destacam as atividades
industriais, portuárias e agrícolas.
08. Chapecó e São Miguel do Oeste, municípios localizados na Região Oeste do Estado de
Santa Catarina, destacam-se no cenário nacional pelo dinamismo de suas atividades
agroindustriais.
16. Os vales dos rios Itajaí-Açu e Tijucas, habitados por povos indígenas no passado, a
partir do século XIX receberam imigrantes italianos, alemães e poloneses (polacos), que
deram origem às cidades de Blumenau, Nova Trento e Brusque.
32. Cruz e Sousa, Anita Garibaldi, Antônio Conselheiro, Gustavo Kuerten e Santa Paulina
são personagens importantes de Santa Catarina.
64. No litoral de Santa Catarina, os escravos africanos ocupavam-se de atividades
mineradoras, agrícolas e pesqueiras.

Questão 2
Em 2008 a colônia japonesa no Brasil comemorou seu centenário em terras brasileiras.
Em relação aos imigrantes japoneses no Brasil, é CORRETO afirmar que:

01. chegaram ao Brasil em 1908, numa época em que o governo brasileiro se empenhava
na política de valorização do café e no estímulo à imigração.
02. os imigrantes japoneses fixaram-se majoritariamente no estado de São Paulo,
dedicando-se principalmente à indústria, que dava seus primeiros passos e necessitava
de mão-de-obra especializada.
04. o primeiro grupo de imigrantes japoneses desembarcou no porto de Santos, iniciando
sua vida econômica no Brasil em atividades essencialmente agrícolas.
08. passados cem anos após o início da imigração japonesa no Brasil, verifica-se o caminho
contrário. Muitos brasileiros, descendentes de japoneses, emigraram para o Japão, pois
os laços familiares favorecem a sua fixação naquele país.
16. os japoneses radicados no Brasil, mesmo sendo oriundos de um dos países que
formavam o “eixo” durante a IIa Guerra Mundial, não tiveram qualquer problema, assim
como os alemães e italianos, por exemplo, durante a política nacionalizadora de Getúlio
Vargas.
32. a imigração japonesa favoreceu de modo especial a instalação da indústria
automobilística no Brasil, com montadoras tais como Honda e Toyota.

Questão 3
Leia o texto abaixo com atenção.
“A fuga da família real portuguesa para o Brasil abriu o único período na história em que
um império colonial foi governado de fora da Europa. Em 1807, sob forte pressão britânica
e com o imperador francês Napoleão Bonaparte expandindo seu poder pelo continente,
Dom João 6o [sic], então príncipe regente de Portugal, decide transferir a sede do reino
para o Rio de Janeiro. Apesar de planejada e debatida por muito tempo, a mudança se
deu de modo atabalhoado e às pressas. Nem todos os que deveriam viajar conseguiram
embarcar, e o mesmo aconteceu com parte da bagagem, incluindo os livros da biblioteca
real, abandonados em caixotes. Quando a frota portuguesa partiu, amparada por navios
ingleses, as tropas do general francês Junot se aproximavam de Lisboa.”
COLOMBO, Sylvia. Confronto e Calmaria. Folha de São Paulo, São Paulo, 2 mar. 2008. Especial, p. 2.

Com base no texto e nos seus conhecimentos sobre a história ibérica, assinale a(s)
proposição(ões) CORRETA(S).

01. O deslocamento da Família Real de Lisboa para o Brasil, em 1808, foi provocado pelas
ameaças de invasão militar dos ingleses e a ingenuidade política do rei D. João VI, que
assumiu o poder após a morte de sua mãe, D. Maria, a Louca.
02. A instalação da corte portuguesa no Rio de Janeiro, em 1808, transformou o Brasil no
único exemplo da história ocidental em que um império colonial foi governado de fora da
Europa.
04. Durante o século XIX, pressionado pelos ingleses e com a invasão dos seus territórios
pelas tropas francesas, o rei da Espanha decidiu seguir o exemplo de D. João VI e
transferiu a sede do governo para Buenos Aires.
08. A viagem da corte portuguesa para o Brasil foi planejada desde 1807 e permitiu um
transcurso direto, rápido e tranqüilo até o Rio de Janeiro, cidade que dispunha de
alojamentos suficientes para hospedar um número superior a 10 mil nobres lusitanos.
16. A transferência da sede administrativa do reino português para o Rio de Janeiro exigiu a
criação de instituições como o Banco do Brasil, a Imprensa Real e a Academia Militar.
32. Instalados no Rio de Janeiro, os nobres portugueses conviveram com epidemias de
malária e ataques de pulgas e piolhos. A princesa Carlota Joaquina perdeu a vida ao
contrair dengue hemorrágico, frustrando seu projeto de invasão da Argentina.

Questão 4

Leia o texto abaixo com atenção.
“Se edificámos com eles as suas igrejas […], eles servem a Deus e a si, nós servimos a
Deus e a eles; mas não eles a nós. Se nos vêm buscar em uma canoa […], para os ir
doutrinar por seu turno, ou para ir sacramentar os enfermos a qualquer hora do dia ou da
noite, em distância de trinta, de quarenta, e de sessenta léguas, não nos vêm eles servir a
nós, nós somos os que os imos servir a eles.” [sic]
VIEIRA, António. Obras completas do Padre António Vieira: Sermões. Porto: Lello & Irmão, 1959. p. 39.
Durante o ano de 2008, celebram-se os 400 anos do nascimento do padre Antônio Vieira,
missionário jesuíta, pregador renomado e autor do fragmento acima citado.
Sobre o padre Antônio Vieira e a atuação dos jesuítas na América, é CORRETO afirmar que:

01. os missionários jesuítas, entre eles José de Anchieta, Manuel da Nóbrega e Antônio
Vieira, atuaram no Brasil, na tentativa de converter os povos indígenas ao Catolicismo.
02. os Aldeamentos e Reduções foram criados pelos missionários jesuítas no Brasil,
Paraguai e Argentina, como tentativas de escravização das comunidades indígenas.
04. a autonomia administrativa permitida aos jesuítas pelas autoridades da Espanha e de
Portugal possibilitou aos grupos aldeados e às Reduções um desenvolvimento pacífico
e harmonioso até o século XX.
08. na América do Sul os jesuítas fundaram Aldeamentos, Reduções e Escolas, nos quais
pretendiam educar os colonos e convencer os povos indígenas que a aceitação pacífica
do trabalho escravo os tornaria dignos do Céu.
16. nas Reduções e Aldeamentos do Paraguai e do Brasil, além da evangelização, os
jesuítas organizavam atividades artísticas, como a música e o teatro.
32. o padre Antônio Vieira, além de dedicar-se às atividades missionárias, atuou como
pregador e publicou extensa obra, com destaque para os Sermões, que reúnem as suas
pregações.


Questão 5
Leia o texto abaixo com atenção.
“A origem dos Jogos Olímpicos na Grécia Antiga é freqüentemente associada à celebração
do esporte e do culto à beleza estética humana, como se estes fossem seus objetivos
principais. Fala-se pouco, porém, na intenção mística e fúnebre de saudar os mortos de
cada cidade. […]
Tradicionalmente costuma-se afirmar que os primeiros Jogos foram realizados na Grécia
Antiga no ano 776 a.C., como uma importante celebração e tributo aos deuses, tendo sido
proibidos pelo imperador cristão Teodósio I em 393 da era atual, por serem uma
manifestação do paganismo.
Porém, em 1896, um aristocrata francês, o Barão de Coubertin, recuperou os Jogos
tentando reavivar o espírito das primeiras Olimpíadas, que passaram a ser realizados de
quatro em quatro anos desde então (como na tradição grega), tendo sido interrompidos
apenas durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. […]”
Disponível em: http://
Acesso em: 16 ago. 2008. [Adaptado]

Com base no texto acima e nos seus conhecimentos sobre os Jogos Olímpicos, assinale
a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01. O entrelaçamento dos Anéis, símbolo dos Jogos Olímpicos, representa os continentes
conhecidos: América, Europa, Ásia, África, Oceania.
02. Os Jogos Olímpicos são eventos desportivos que ocorrem a cada quatro anos e que
reúnem atletas de quase todos os países do mundo, competindo em categorias de
desporto como Xadrez, Atletismo, Natação e Ginástica.
04. Além de celebrar os esportes e prestar tributo aos deuses, os Jogos Olímpicos
representavam um culto à beleza e à coragem dos soldados nas guerras.
08. Entre os piores exemplos históricos da falta de espírito olímpico destacam-se: o
massacre de Munique em 1972, em que membros da comitiva israelense foram mortos
por extremistas palestinos, e os boicotes aos Jogos durante a Guerra Fria.
16. O presidente do Brasil, presente na abertura das Olimpíadas realizadas na China, em
2008, apresentou a cidade do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e
Florianópolis como local das competições de esqui.
32. Em 1894 foi criado o Comitê Olímpico Internacional (COI), que decidiu organizar os
primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna, em Atenas. Porém, os problemas
financeiros enfrentados pela Grécia impediram a sua realização lá e eles foram
transferidos para Buenos Aires.


Questão 6

Sobre o regime militar instalado no Brasil em 1964 e os desdobramentos históricos
posteriores, é CORRETO afirmar que:
01. o país passou a viver em um regime democrático, no qual as grandes manifestações
políticas eram incentivadas.
02. a vitória da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970 foi utilizada pelo regime militar
na propaganda do governo. Slogans como “Este é um país que vai pra frente” e
“Ninguém segura este país” foram difundidos nesse momento.
04. o Brasil, em 1970, era governado por Tancredo Neves, o último presidente militar do
país.
08. o ano de 1964 é conhecido pelo estabelecimento do pluripartidarismo, importante passo
para a consolidação da democracia no Brasil durante o regime militar.
16. durante o governo Costa e Silva, em 1968, foi decretado o AI-5 (Ato Institucional no 5)
que, entre outras decisões, estabeleceu o fechamento do Congresso Nacional.
32. no período ocorreu o chamado “milagre econômico brasileiro”, que favoreceu a classe
média, possibilitando-lhe maior acesso ao consumo.
64. foi o período de construção da Rodovia Transamazônica, responsável pelo sucesso da
integração entre o norte e o sul do Brasil.

Questão 7
Leia o texto abaixo com atenção.
“O roubo usurário é um pecado contra a justiça. […] Tomás de Aquino diz: […] Receber
uma usura pelo dinheiro emprestado é em si injusto: pois se vende o que não existe,
instaurando com isso manifestamente uma desigualdade contrária à justiça.”
LE GOFF, Jacques. A Bolsa e a Vida: Economia e religião na Idade Média. São Paulo: Brasiliense, 1986. p. 27.
Com base no texto apresentado e nos seus conhecimentos, assinale a(s) proposição(ões)
CORRETA(S) referente(s) à Idade Média.

01. A usura, considerada roubo e pecado durante a Idade Média, era uma prática permitida
pela Igreja aos banqueiros, aos estrangeiros e aos agiotas.
02. Receber usura pelo dinheiro emprestado, além de ser prática injusta era também
considerada pecaminosa.
04. Durante a Idade Média, a Igreja e os clérigos influenciavam a vida religiosa e econômica
dos cristãos da sociedade feudal.
08. Os padres e bispos que atuaram durante o período medieval envolviam-se nas questões
econômicas para manter o monopólio da Igreja sobre os empréstimos que envolviam
usura.
16. Santo Tomás de Aquino considerava a usura um roubo e uma injustiça, porém,
necessária e legítima quando praticada com moderação.
32. Durante a Idade Média, a proibição da usura, considerada roubo e pecado contra a
justiça, provocou a falência de um número considerável de servos e banqueiros.
64. Os teólogos cristãos medievais e os clérigos recomendavam aos fiéis que, nas suas
relações econômicas, agissem de acordo com os princípios cristãos.


Questão 8
No final do período moderno, a Europa passou por profundas mudanças em várias áreas.
Nesse contexto se insere o movimento cultural conhecido como Renascimento.
Em relação a este tema, examine as proposições abaixo e assinale a(s) CORRETA(S).

01. O Renascimento teve início na Península Itálica, centro de um ativo comércio no
Mediterrâneo.
02. A burguesia em ascensão nesse período, ávida por lucros, dedicou-se ao comércio,
desprezando completamente a área cultural.
04. Uma das marcas mais significativas do Renascimento foi o racionalismo, o qual se
expressava na convicção de que tudo poderia ser explicado pela observação objetiva da
natureza e pelo exercício da razão.
08. Estão diretamente relacionados ao Renascimento expoentes como: Leonardo da Vinci,
Michelangelo Buonarotti, Albert Einstein e Nicolau Copérnico.
16. O Renascimento foi profundamente antropocêntrico, por entender que o ser humano era
a obra mais perfeita do Criador. Dessa forma, a arte renascentista passou a valorizar a
realidade da vida humana.
32. O Renascimento foi um movimento cultural que se limitou às artes plásticas, não
atingindo a literatura.

Questão 9
Ao final da Segunda Guerra, muitas foram as negociações entre os vencedores e, nesse
contexto, a Europa foi dividida em duas áreas: a parte oriental ficou sob a influência da
então União Soviética, enquanto a parte ocidental, sob a influência norte-americana.
Em relação à Segunda Guerra e ao período que a sucedeu, é CORRETO afirmar que:

01. a “doutrina Trumann” foi colocada em prática visando à expansão da influência soviética.
02. os judeus não foram os únicos alvos de perseguição do nazismo: ciganos e socialistas,
entre outros, também sofreram as atrocidades do regime.
04. a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) foi formada por um bloco de países
que defendiam a ideologia comunista. Em contraposição a este bloco, os EUA lideraram
a criação do Pacto de Varsóvia, cujo objetivo era ampliar os interesses capitalistas na
Europa.
08. visando a ajudar na recuperação dos países europeus, em grande medida devastados
pela guerra, e para evitar a expansão do comunismo, foi elaborado o Plano Marshall,
por meio do qual o governo norte-americano destinou bilhões de dólares para os países
da Europa.
16. China e Inglaterra foram países que saíram fortalecidos desse conflito, estabelecendo, a
partir de então, os dois pólos que redefiniriam a política mundial.
32. a entrada oficial dos EUA no conflito se deu em 1939, ocasião em que o “eixo” recebeu
apoio na forma de armamentos ultramodernos.

0 comentários:

Postar um comentário